“Eu quis ligar pra alguém. Contar o que tinha acontecido, e que doía. Mas não havia ninguém ali. Ninguém com que eu pudesse contar. Ninguém disposto a abrir mão do sono para ouvir minhas queixas. Ninguém que se importasse. Então eu virei pro lado e a dor veio. Rápida. Forte. Devastadora. Senti minha alma se rasgando ao lembrar daquelas palavras. E dói. Ainda dói.”
Os 13 Porquês.  


É disso que sou feita: saudade. Como uma flor arrancada de um jardim e que chora no copo d’água sentindo falta da terra. Assim, só saudade, inteira. Como quem viu uma criança passando frio na praça e deu a ela seu casaco preferido e agora sente um apertozinho no coração, apesar de ter feito a coisa certa. Uma saudade apertada daquelas que pairam no ar nos aeroportos e que mancham cartas com pesadas lágrimas. É disso que sou feita: a única dor que o tempo não cura, só faz aumentar. Dor que não cura nem com remédio caseiro. É preciso presença pra sarar! E ainda assim, a ferida sempre acaba aberta de novo. É frágil, delicada, como planta que só abre à noite. Não pode sentir frio novamente, que já estica as pétalas e desabrocha num segundo. Típico sentimento que adora atacar no fim do dia, quando só o relógio e a frigideira fazem barulho na cozinha. Dorzinha que incomoda como pedra no sapato. Uma pedra que aumenta a cada dia. É disso que sou feita: metade saudade.

A outra metade? Bem, também sinto falta dela.

— rio-doce (via emanarei)

departured:

my greatest talent is being able to watch 5 years worth of a tv show in one week



“Eu não sei se você já se sentiu assim. Querendo dormir por mil anos. Ou simplesmente não existir. Ou apenas não estar ciente de sua existência. Ou algo parecido. Eu acho que querer algo assim é muito mórbido, mas eu acabo tendo esse tipo de desejo quando estou mal. É por isso que estou tentando não pensar. Eu só quero que tudo pare de rodar.”
As vantagens de ser invisível.    (via velejo)

“A moça levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário: por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”
Dom Casmurro.    (via velejo)

“A minha vontade era ficar, eu juro que era. Mesmo que não me pedisse e mesmo que não quisesse. Mas você me deu todos os motivos pra eu me afastar. Todos, repito.”
Querido John  (via velejo)

“Aguente firme, querida, é um mundo muito louco.”
Velho Bukowski.     (via velejo)

“Cada pessoa é aquilo que crê;
Fala do que gosta;
Retém o que procura;
Ensina o que aprende;
Tem o que dá e vale o que faz.”
Chico Xavier.  (via velejo)